Símbolos do Santanópolis

FOTO OFICIAL DO ENCONTRO

FOTO OFICIAL DO ENCONTRO

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

II ENCONTRO DOS SANTANOPOLITANOS

ENVIADA POR - NEIDE SAMPAIO
Neide Sampaio, Laura Alvim, Silvia Mascarenhas e Sheila Simões

ALUNOS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADO POR:
DENISE CARIBÉ FREITAS
QUANDO - 1950
Walter; Fernando Santos, músico erudito com pós graduação em percussão na Alemanha irmão da maestrina Lícia Santos e filho do maestro Tertuliano Santos. O outro da foto é Lourimar Freitas

domingo, 27 de fevereiro de 2011

GEORGINA DE MELLO LIMA ERISMANN

A Fundação Senhor dos Passos, no dia 25.02.2011, em mais uma louvável valorização da memória de nossa cidade, promoveu evento em homenagem a nossa grande artista Georgina.
Poetisa, musicista, compositora, pianista e professora. Filha de Camilo de Mello Lima e Leolinda Bacelar de Lima. Nasceu em Feira de Santana, no dia 27 de janeiro de 1893 e faleceu no Rio de Janeiro em 23 de fevereiro de 1940. Foi casada com Walter Tudy Erismann. Em 1936 representou oficialmente a Bahia na festa comemorativa no centenário de nascimento do maestro Carlos Gomes, na cidade de Campinas, São Paulo. Publicou várias poesias, composições, crônicas e hinos. Sua Obra mais conhecida é o Hino à Feira.
Santanopolitana foi a primeira professora de música do Ginásio Santanópolis, inclusive criando a primeira escola de música de Feira de Santana em nosso ginásio.
Fonte: Professor e Pesquisador: Carlos Mello

sábado, 26 de fevereiro de 2011

ALUNAS DO CURSO PEDAGÓGICO

ENVIADO POR - MARIA LÚCIA SAMPAIO
QUANDO - 1969

Maria Lúcia com as colegas...
"Nesta foto estou com as colegas sob a frondosa árvore
onde costumávamos bater papo e repassar os assuntos de provas.
Noélia com a mão em meu ombro.
Ana Helena lendo algo engraçado...
Ana Bernadete com tiara branca.
Elvirinha sentada frente a Ana Bernadete.
Rosarinho(irmã de Elvira, não era da turma) entre Noélia e Ana Helena.
As outras não lembro dos nomes."

HUGO NAVARRO SILVA

Dr. Hugo como é comumente chamado é feirense, nascido em 29 de abril de 1929, formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia - UFBA, em 1956, tendo escolhido sua especialidade em Direito Penal, embora seja brilhante em qualquer outra área que resolva atuar. Definir Hugo Navarro é muito difícil, pois os melhores adjetivos dizem pouco para expressar o tamanho da importância que este cidadão tem para sua terra. Talvez quem melhor tenha adjetivado o intelectual feirense, tenha sido Elsimar Pondé, na lide da entrevista que realizou com Hugo por conta de um projeto do Portal FS On-line, onde afirma: "Uma verdadeira lenda viva do direito e do jornalismo de Feira de Santana. Assim, podemos descrever, de forma resumida, o perfil do advogado, ex-vereador e ex-deputado estadual Hugo Navarro Silva,". O âncora da "Folha do Norte" pertence a uma família de benfeitores (talvez seja mais correto dizer "construtores") de Feira de Santana, que participaram da vida cultural, artística e política de Feira, tendo Dálvaro (Pai) e Raul Silva (Tio) uma maior ligação com a vida cultural, artística e jornalística de Feira e Arnold Silva (Tio) que foi um dos políticos mais importantes de toda a história feirense. Hugo, fiel aos seus princípios em defesa do bem comum, pertenceu aos partidos políticos, UDN, ARENA, PDS, sempre em uma postura coerente com os seus princípios. Na iniciativa privada e em cargos executivos foi: Diretor Regional da Secretaria de Assuntos Municipais, 1967-1971; chefe do serviço jurídico da empresa Irmãos Curvello Veículo Feira S/A, 1976; vice-diretor do Centro Educacional Assis Chateaubriand, 1977-1979 e diretor do BANEB-Serad S/A, 1983-1986. Como político foi eleito vereador pela União Democrática Nacional-UDN, 1963-1967 e reeleito 1969-1970, em Feira de Santana; Deputado estadual pela Aliança Renovadora Nacional-ARENA, 1979-1983; Suplente de deputado estadual pelo Partido Democrático Social-PDS, 1983-1987. Na Câmara Municipal de Feira de Santana foi Líder da Bancada da UDN, secretário da Mesa Diretora. Na Assembléia Legislativa, foi vice-presidente da Comissão de Redação Final (1979-1980); titular das Comissões: Redação Final (1981-1982), Finanças e Orçamento (1979-1982, 1986); suplente das Comissões: Agricultura e Incentivo Rural (1979), Educação, Saúde e Serviços Públicos (1980-1981), Constituição e Justiça (1986), Saúde e Saneamento (1986), Educação e Serviços Públicos (1982).
A história de Hugo é rica e aqui citamos apenas algumas de suas atividades das mais notórias, mas um livro seria pouco para falar deste feirense, que é motivo de orgulho para seus conterrâneos, que como ele também amam esta cidade e querem vê-la como afirma o hino, "formosa e bendita". Por este prisma, entenderemos um pouco a sua "pena" (caneta) severa e irônica, com os que desrespeitam e maltratam nossa princesa e, justa com os que a ela se dedicam e a constroem, como fez ele e sua família desde que temos notícias. Hoje, com uma advocacia filtrada e seletiva, pois não deixará nunca de ser advogado, o que sempre fez por uma vocação natural, dedica a maior parte de seu tempo ao jornal centenário que sua família e ele próprio mantém por mais de cem anos em nossa cidade, a "Folha do Norte", onde publica suas crônicas semanais.
O Viva Feira se orgulha de ter recebido autorização pessoal de Hugo Navarro para transcrever as crônicas semanais publicadas na Folha do Norte, pois sabemos que estaremos enriquecendo culturalmente nossos visitantes e seguidores

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

ANTES E DEPOIS

 
João Félix, antes com o uniforme do time de basquete, à direita no "II ENCONTRO"

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

EUCARISTIA

QUANDO - 10.08.1975

Apesar do Colégio Santanópolis ser laico, era democrata participou e promoveu centenas de eventos religiosos

FESTA DO FOLCLORE - 2º ANO DO CURSO PEDAGÓGICO

ENVIADO POR – SILVIA MASCARENHAS
QUANDO - 1969
DISCIPLINA  - GEOGRAFIA
PROFESSORA - (quem lembra o nome da professora? a chamávamos "Abessa" por causa do vício que ela tinha de repetir esta palavra).



Da esquerda para direita, Jaíde Pires Santana, Marta Maria da Silva, nao reconheci, Madalena Dalto Pinto Carvalho, Iranilce Ferreira Macedo e Silvia Mascarenhas a "Bordadeira de Renda de Bilros".

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

OS DOIS ENCONTROS DOS SANTANOPOLITANOS

 
Imagens dos encontros de Santanopolitanos. Acima o "I ENCONTRO", só professores e funcinários. Compareceram 265 pessoas. Abaixo o "II ENCONTRO", também com alunos, compareceram quase 500 pesssoas
 


ALUNOS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADO POR:
EDMUNDO BORGES OLIVEIRA

Na foto da esquerda para a direita: Arialda Santana, Marielza Borges, Vera e Edmundo Borges

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

CARTEIRA DE ESTUDANTE

QUANDO - 1960
Carteira de estudante de Cleoilda Souza de Oliveira, 3º ano do Curso de Contabilidade. Cleoilda (Baby), foi aluna do Curso Ginasial, Curso Pedagógico, Curso de Contabilidade, Professora, Coordenadora Educacional e Vice-Diretora.
Abaixo o verso da carteira.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

ALUNOS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR:
JOÃO FÉLIX
Texto de João Félix, da esquerda para a direita: Walter se escondendo com a caneta na mão; Noé; Francle; Celso, atrás de Tanguinho; Tanguinho com caderno no rosto e João Félix.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

II ENCONTRO DOS SANTANOPOLITANOS

Graça Soares, Iara, Rosa Simões, Maria Lucia Sampaio,
Ângela Lago, Célia Lago Freire e Lúcia Lago Campos
Fotos do ORKUT de Graça Soares

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

ANIVERSÁRIO DE GERALDA ALMEIDA SAMPAIO DE QUEIROZ

Quem faz aniversário hoje é a santanopolitana Geralda, ex-aluna, tocou na banda, se me lembro caixa. Nós desejamos a repetição desta data, gozando você de muita felicidade com seus familiares.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

ANIVERSÁRIO DE ADROALDO DÓREA

Aniversaria hoje o santanopolitano Adroaldo de Oliveira Dórea, odontólogo e pecuarista, recentemente recebeu Comenda "Maria Quitéria", outorgada pela Câmara Municipal de Feira de Santana. Este blog espera repetir esta postagem por muitos anos.

ANTES, MUITO ANTES E DEPOIS

 


J.M. Sampaio de Oliveira (Juca). na foto acima, à esquerda, Juca na equipe de basquete do Santanópolis, na década de quarenta, à direita, a apresentação da primeira farda do ginásio, na década de trinta e finalmente no II Encontro dos santanopolitanos. 

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

FORMANDA DO COLÉGIO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR:
TEREZA SANTOS SOUZA

Na foto Tereza, foi aluna e funcionária, na solenidade religiosa da formatura do Colégio Santanópolis

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

OS BRINQUEDOS SABIDOS

ENVIADA POR - NEIDE SAMPAIO
QUANDO - 13 de out de 1968

Neide e crianças do elenco, após apresentação da peça Os brinquedos Sabidos pelo Grupo Estudantil Normal do Santonópolis (TENS).
O TENS era formado pelas alunas do  Curso Pedagógico, foi fundado e dirigido por Neide Sampaio no período de 1968 a 1969.
Funcionando dentro do  Colégio Santanópolis, as apresentações eram no Cine Teatro Santanópolis, para os alunos do  próprio colégio.

Da esquerda para direita, não identificado, Neide,  Junior e Cau ( filhos de Licia e Meme ) e não identificada.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

EXPOSIÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO

ENVIADO POR - SILVIA MASCARENHAS
QUANDO - 1970

Silvia, entre os Quadros de Cem Carreteis, na Exposição de Materiais Didáticos do Curso Pedagógico, turma concluinte em 1970 .
Em 14.11.2010, publicamos mensagem com Neide Sampaio nesta mesma exposição.

Já na mensagem de 02.11.2010 Rosy na Exposição de Carreteis de outro ano.

ALUNOS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR:
JOSÉ FELIX
Como era da minha época de aluno, reconheci quase todos. Vamos ver, da esquerda para direita: Nivaldo, Celso Franqueira, não reconheci, Tanguinho, Zé Felix e João Felix.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

II ENCONTRO DE SANTANOPOLITANOS

ENVIADA POR:
LUDMILA O. CAVALCANTE
Evandro Oliveira conversando com o santanopolitano Aloysio Rios Trabuco, criador da Faculdade de Administração "Trabuco", hoje F.T.C.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

FOTOS DA JUVENTUDE

ENVIADAS POR - ORLINS SANTANA


Orlins Estudou no Santanópolis de 1962 a 1966.
Enviou estas fotos de seu arquivo.
Solicitamos a quem identificar os alunos destas 2  fotos registre comentário ou envie e-mail informando.

ANIVERSÁRIO DE SOLEIDE OLIVEIRA AMARAL



A Santanopolitana SOLEIDE  mora em Brasília mas sempre vem por aqui matar a saudade. Na foto ao lado no  II Encontro.

Parabéns Soleide!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

PUBLICAÇÕES - A LETRA "P"

O santanopolitano, Walter Oliveira, mandou o e-mail com o texto abaixo.


Apenas a língua portuguesa nos permite escrever isso...

O cara que escreveu isso é bom em português, mas deve ser maluco e dispõe de muito tempo.

Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais.
Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos.
Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.
Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.
Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para Papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris. Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los.
Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se.
Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo... Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.
Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, Papai Procópio partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas.
Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas porcarias? Papai proferiu Pedro Paulo, pinto porque permitiste, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.
Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profi ssão perfeita: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando.
Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaparas, pirarucus. Partindo pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito.
Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas. Pobre Pedro Paulo Pereceu pintando... '
Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar... Para parar preciso pensar. Pensei. Portanto, pronto pararei.

E você ainda se acha o máximo quando consegue dizer:
O Rato Roeu a Rica Roupa do Rei de Roma.

ANTES E DEPOIS

 
MARISA AZEVÊDO GOMES, á esquerda e no segundo encontro à direita.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

ALUNAS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR:
MARIA DE FÁTIMA PORTUGAL
QUANDO- 1967
De cima para baixo, da esquerda para a direita: Ana Lúcia, Terezinha Simões, Arminda Alencar (professora), Marcy, Fatinha e Tecla.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

ANIVERSÁRIO DE WILSON PEREIRA

Nesta data comemoramos o aniversário do santanópolitano Wilson Pereira, desejando que compareça a vários futuros "Encontro de Santanopolitanos", como o da foto.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

AINDA A POLÊMICA: "PRESIDENTA OU PRESIDENTE"

Depois de chamar a atenção do senador Eduardo Suplicy (PT-SP) no plenário do Senado na semana passada, a senadora Marta Suplicy (PT-SP) corrigiu nesta terça-feira o senador José Sarney (PMDB-AP) por usar a expressão "presidente" para falar de Dilma Rousseff.
Na terceira vez em que Sarney mencionou "presidente Dilma", Marta usou o microfone do plenário para intervir.
"Pela ordem, senhor presidente. Senhora presidenta da República", disse Marta.
Visivelmente constrangido, Sarney rebateu a senadora. "Muito obrigado a Vossa Excelência, mas eu sempre estou usando a fórmula francesa: madame le président. Todas as duas são corretas, senadora, gramaticalmente", rebateu Sarney, membro da ABL (Academia Brasileira de Letras).
Folha.com
Postamos matéria sobre o problema, gerando 5 comentários, até agora, acima a discussão continua.
É uma das funções deste Blog, discutir qualquer assunto sobre Educação.
Inicialmente correu na Internet o texto anterior como se fosse de uma professora do Paraná, ela desmentiu e é realmente professora da Universidade do Paraná, mas no departamento de Engenharia. Quem fez o texto agora está respaldado em SARNEY. (ver texto anterior e os comentários.) 

ANTES E DEPOIS

ANTES
   
Neide Sampaio Oliveira Professoranda e
Ludmila Oliveira Holanda Cavalcante Aluna
do Curso Infantil em 1970


                                   DEPOIS
Neide e Lui no II Encontro

ALUNOS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR:
LUIZ WELF VITAL

Luiz, não mandou identificação, aqui vão chutes: o 1º em pé é Luiz, na frente na primeira linha, sentado é Celso Franqueira, o resto quem achar comente. 

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

ANIVERSÁRIO DE HAMILTON BACELAR

 HAMILTON, tocou na "Banda Santanópolis", jogou "futebol de salão" na equipe do Santanópolis. Hoje Fisioterapeuta com consultório em Feira de Santana.
PARABÉNS pelo dia de hoje.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

II ENCONTRO DE SANTANOPOLITANOS

ENVIADA POR:
LUDMILA O. CAVALCANTE

As duas são"Portugal": Maria de Fátima Souza Portugal e Fabíola Brito Portugal, hoje Fabíola Portugal Farias.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

PSICOLOGIA 1959 X 2010

Cenário 1: João não fica quieto na sala de aula. Interrompe e perturba os colegas.
1959: É mandado à sala da diretoria, fica parado esperando 1 hora, vem o diretor, lhe dá uma bronca descomunal e volta tranquilo à classe. 

2010: É mandado ao departamento de psiquiatria, o diagnosticam como hiperativo, com transtornos de ansiedade e déficit de atenção em ADD, o psiquiatra  lhe receita  Rivotril. Se transforma num Zumbí. Os pais reivindicam uma subvenção por ter um filho incapaz. 

Cenário 2: Luis quebra o farol de um carro no seu bairro.

1959:  Seu pai tira a cinta e lhe aplica umas sonoras bordoadas no traseiro... A Luis nem lhe passa pela cabeça fazer outra nova "cagada", cresce normalmente, vai à universidade e se transforma num profissional de sucesso.
 2010: Prendem o pai de Luis por maus tratos. O condenam a 5 anos de reclusão e, por 15 anos deve abster-se de ver seu  filho.   Sem o guia de uma  figura paterna, Luis se volta para a droga, delinque e fica preso num presídio especial para adolescentes. 

 Cenário 3: José cai enquanto corria no pátio do colégio, machuca o joelho. Sua professora Maria,  o encontra chorando e o abraça para confortá-lo...
1959: Rapidamente, João se sente melhor e continua brincando.
2010: A professora Maria é acusada de abuso sexual, condenada a três anos de reclusão. José passa cinco anos de terapia em terapia. Seus pais processam o colégio por negligência e a professora por danos psicológicos, ganhando os dois juízos. Maria renuncia à docência, entra em aguda depressão e se suicida...  

Cenário 4: Disciplina escolar
1959: Fazíamos bagunça na classe... O professor nos dava umas boa "mijada" e/ou encaminhava para a direção; chegando em casa, nosso velho nos castigava sem piedade.

2010: Fazemos bagunça na classe. O professor nos pede desculpas por repreender-nos e fica com a culpa por fazê-lo . Nosso velho vai até o colégio se queixar do docente e para consolá-lo compra uma moto para o filhinho. 

 Cenário 5: Horário de Verão.

1959:Chega o dia de mudança de horário de inverno para horário de verão. Não acontece nada. 
2010: Chega o dia de mudança de horário de inverno para horário de verão. A gente sofre transtornos de sono, depressão, falta de apetite,  nas mulheres aparece celulite. 

 Cenario 6: Fim das férias.
1959: Depois de passar férias com toda a família enfiada num Gordini, após 15 dias de sol na praia, hora de voltar. No dia seguinte se trabalha e tudo bem.

2010: Depois de voltar de Cancún, numa viajem 'all inclusive', terminam as férias e a gente sofre da síndrome do abandono, pânico, attack e seborreia... 

Recebi e-mail de  Maria Socorro da Silva Carvalho com este texto que está circulando na Web.

ENCONTRO

Alunos do Colégio Estadual de Feira de Santana promoverão, no dia 10 de abril, na associação 27 de abril, na Rua Jazidas, 381, bairro Brasília, o primeiro encontro dos ex-alunos do Colégio Estadual de Feira de Santana dos anos 70.

Contatos com o DJ Dhiogenes pelos telefones (75) 3624-1039 /  (75) 3626-2898 / (75) 8835-2487.

Fonte: http://blogs.abril.com.br/ailtonpitombo

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

ALUNAS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR:
DENISE CARIBÉ DE FREITAS

De Chapéu Prof. Estevão Moura, um dos dois maiores maestros e compositores de Feira de Santana, o outro Tertuliano Santos. A OSBA, sempre tocou composições de Estevão, principalmente “Tusca”. Uma grande injustiça das autoridades feirense não homenageá-los como mereciam. As outras na foto: Marisa Farias, Terezinha Almeida, Marisa Azevedo e Denise Caribe (a de tranças).

LIÇÃO DE PORTUGUÊS

E-MAIL ENVIADO POR:
REGINA SILVANY
Posso usar o tratamento: PRESIDENTA?    Que tal colocarmos um "basta" no assunto?
Não é só pelo fato de alguém querer que vamos mudar a língua portuguesa, certo?
 A primeira presidenta do Brasil, atesta toda
a propaganda política veiculada na mídia.
Presidenta???

Mas, afinal, que palavra é essa totalmente inexistente em nossa língua?

Bem, vejamos:
No português existem os particípios ativos como derivativos verbais.
Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é atacante, de pedir é
pedinte, o de cantar é cantante, o de existir é existente, o de
mendicar é mendicante... Qual é o particípio ativo do verbo ser? O
particípio ativo do verbo ser é ente. Aquele que é: o ente. Aquele que
tem entidade.

Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a
ação que expressa um verbo, há que se adicionar à raiz verbal os
sufixos ante, ente ou inte. Portanto, à pessoa que preside é
PRESIDENTE, e não "presidenta", independentemente do sexo que tenha.
Se diz capela ardente,
e não capela "ardenta"; se diz estudante, e não "estudanta"; se diz
adolescente, e não "adolescenta"; se diz paciente, e não "pacienta".

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

BALIZA DA BANDA DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR:
GILDETE GALEÃO
Gildete, a baliza da Banda Santanópolis, recebida na TV. Itapoan, única televisão na época. A Banda foi receber o troféu de campeã dos "Jogos da Primavera da Bahia". Gildete também foi escolhida a melhor baliza.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

ANTES E DEPOIS


Antes

Depois


Maria Lúcia Sampaio antes na Festa Comemorativa de Encerramento de Estágio e depois no II Encontro

FESTA COMEMORATIVA DE ENCERRAMENTO DO ESTÁGIO

ENVIADA POR - MARIA LÚCIA SAMPAIO
QUANDO - 1969

Prfa. Baby, Maria Lúcia e Prfa. Nêne


Filme do Santanopolis dos anos 60