Símbolos do Santanópolis

FOTO OFICIAL DO ENCONTRO

FOTO OFICIAL DO ENCONTRO

sábado, 30 de outubro de 2010

II ENCONTRO DOS SANTANOPOLITANOS




Foto no Orkut de Graça Soares

Descrição da Foto por Graça: "José Carlos (Neno) Iara e Eu"

Coplementando a descrição, no 2º Plano – Sentada á esquerda Margarida Valverde, á direita atrás de Graça, José Falcão

COLAÇÃO DE GRAU

ENVIADA POR LUIZETE GÓES
QUANDO -1965
Prfa Nene concede Grau a Luzinete em que curso?
A primeira na foto é a secretária do Turno Noturno Helena.

BIBLIOTECA DO COLÉGIO SANTANÓPOLIS


ENVIADAS POR ANA ANGÉLICA LIMA E SILVA
Na primeira foto, Ana e colega na biblioteca do Colégio.
Na segunda, no mesmo ambiente, Ana.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

DIPLOMA DE MÉRCIA ARAÚJO

ENVIADA POR MÉRCIA DE ARAÚJO
QUANDO- 1975
Diploma de Professora Primária obtido no Colégio Santanópolis

terça-feira, 26 de outubro de 2010

II ENCONTRO – Eta turma animada!

Da esquerda para direita, Graça Soares, Eliana Boavrentura, Marlene Valverde, Rose schuenemann, Rilza, Ana Maria Pereira e não reconhecida.

ALUNAS DO CURSO PEDAGÓGICO 1971

Alunas com a farda do estágio.
A terceira da esquerda para direita é Conceição .

ENVIADA POR _ CONCEIÇÃO MASCARENHAS

BANDA MARCIAL DO SANTANÓPOLIS



segunda-feira, 25 de outubro de 2010

II ENCONTRO DE SANTANOPOLITANOS


ENVIADAS POR LUDMILA O. CAVALCANTE
Na primeira foto vemos Guga Oliveira e Idalton Carvalho, as camisas não couberam, como se vê estavam muito magros.
Na segunda: José Raimundo, Secretário de Educação do Município, Neide Sampaio e Hildete Galeão 

domingo, 24 de outubro de 2010

RECORDAÇÕES DA ALUNA ANA AMÉLIA

ENVIADO POR CLEOILDA OLIVEIRA (Baby)
E-mail enviado por Ana Amélia Pimentel para Baby antes do II Encontro dos Santanopolitanos.
Oi Baby!
Fiquei super feliz com esta ideia de vocês resgatarem a memória do Colégio Santanópolis. Sempre lembro de todos que
convivi durante os anos que estudei aí.
O relógio de ponto, a farda com gravata e mangas compridas, saia de pregas,a educação física com uma  blusa de fustão palitinho aberta na frente, galupim branco, que a gente limpava com alvaiade.
A merenda da GUTAME; O Estado Santanópolis, as campanhas, Neide Sampaio eleita governadora, é muita coisa para sentir saudade.
Lembro de: D. Lourdes Tanan, D. Nana; professores: Planzo, Carlito Brito, Terezinha Almeida, Fabíola Portugal, a xará Ana Amelia Portugal, Sônia Brito, Loyde, Dra. Noélia, Arlindo Pitombo, Hermengarda, Arminda Alencar.
A  Banda que lembro bem  das viagens para as Olimpíadas da Primavera em Salvador  (eu toquei flauta e depois lira)
Francelina ensinando os estudantes que tocavam flauta.
É muita coisa para lembrar.
E digo: Sou uma pessoa que adoro recordar o que vivi, pois vivi com intensidade.
Vou anotar mais detalhes e catalogar algumas fotos (da minha turma) para enviar
Um grande abraço, com muita saudade, ansiosa para chegar o dia do encontro.

EXCURSÃO DA 4ª SÉRIE


ENVIADAS POR HAMILTON BACELAR
QUANDO - 1965
Excursao da 4ª série ginasial do Colégio Santanópolis ao Rio de Janeiro. Nas fotos Hamilton nos pontos turístico da Cidade Maravilhosa                

sábado, 23 de outubro de 2010

CURSO INFANTIL


ENVIADAS POR MARIA DE FÁTIMA SOUZA PORTUGAL
Curso Infantil do Colégio Santanópolis, a professora era Fatinha, será que alguém vai identificar alguns dos alunos?

QUADRILHA DE SÃO JOÃO DE 1967

Lêda Sampaio e Marcelo Mello na quadrilha do Colégio Santanopólis em junho de 1967.


ENVIADA POR  LURIZY ,  FILHA DE LÊDA SAMPAIO,

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

HOMENAGEADAS DE 1958

Na foto ao lado Professora Josenita Nery Boaventura (Nene), homenageada pelos formandos do curso pedagógio de 1958.

Nesta foto à direita, também homenageada pela turma de formandos do curso pedagógico de 1958, a Professora Maria de Lourdes Carvalho B. de Cerqueira (Lurdinha)

AVENIDA SENHOR DOS PASSOS

Na foto à direita vemos colado à Prefeitura Municipal o prédio no local do antigo internato do Santanópolis. Por detalhes, deduzimos que esta foto foi tirada na década de 50.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

2º ANO DO CURSO PEDAGÓGICO 1969



                         
EQUIPE PLUFT NA FESTA FOLCLORE - DISCIPLINA GOGRAFIA

  • Juçaria Oliveira de baiana
  • Neide Sampaio no reco-reco
  • Ana Virgílio no berimbau
  • Maria José Maciel sentada, com instrumento usado pelos indígenas, no qual batia-se com um abano na boca de um pote de cerâmica, emitindo um som abafado e forte.
  • Maria de Fátima Moraes no Pandeiro.
  • Ana Amélia Sacramento e Marlene Valverde lutando capoeira
  • Atrás de Jucaria, encostada na parede, Miriam Lisboa .

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

II ENCONTRO DE SANTANOPOLITANOS

ENVIADAS POR LUDMILA O. CAVALCANTE

Na primeira foto: Aloisio Trabuco, fundador da Faculdade de Administração "Trabuco" e Aloysio Alves de Souza.



Na segunda foto: Coelho, Juca e Reginaldo




Dra IRACEMA COLANDO DE GRAU DO CURSO DE MAGISTÉRIO


Dr Aureo,  Dra Iracema,  o radialista Itajaí Pedra Branca
Maria Iracema Brandão de Souza concluiu o curso de magisterio em 1967 a noite .
Em 1968 prestou vestibular. Aprovada na Bahiana em Medicina e na Federal em Odontologia.

ENVIADA POR LUIZA BRANDÃO

domingo, 17 de outubro de 2010

GRUPO DE ALUNAS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR LUIS WELF VITAL (SOPA)
QUANDO - 1964
Turma das Marias: Maria das Graças, Maria Amélia Pereira, Maria Gisete Nunes Cordeiro, Maria Luiza Souza Dantas, Rosa Cristina Leite, Maria Tereza, Maria da Conceição Costa, Arimizia (?) Elenôra Sousa e Lúcia Maria de Almeida

sábado, 16 de outubro de 2010

FESTA DO FOLCLORE


Nélia Cajaíba e Terezinha Parente na Festa do Folclore.
Entre os anos de 1966 e 1968.
ENVIADA POR - NÉLIA CAJAÍBA

DESFILE DE SETE DE SETEMBRO - 1965


Na Av Getúlio Vargas, as alunas:
1 -Luizete Andrade Goes
2 -Tânia Simões Dias
3 -Anete Marques Brandão
4 - Ana Maria (Silva Santos ?)

ENVIADO POR LUIZETE ANDRADE GOES

CONVITE

O Cineasta Marcos Persico é Santanopolitano

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

GRUPO DE ALUNOS DO SANTANÓPOLIS

ENVIADA POR DENISE CARIBÉ FREITAS
QUANDO -1948
Da esquerda para direita, em pé: Antonio, Barbuda, Vanderlei, Gandú, e Nery. Agagachados: Joca, Beica, Maridélia, Denise, Airton e Aguinaldo (Caju).

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

CELEBRAÇÃO DA ESPERANÇA

Decorridos 30 dias do passamento da Senhora Elizabeth Gomes Martins (Beth), santanopolitana, viúva de Colbert Martins, também santanopolitano, foi celebrada missa na Catedral, por três padres.
08.10.1929 - 14.09.2010

BAILE DE FORMATURA

ENVIADO POR TEÓCLITO SANTANA
Teóclito (Teco) na festa de formatura, dançando com sua mãe.

ALBUM DE FORMATURA

QUANDO - 1958
Ivone Correira Alves e Ivonildes Assis Vireira. Professorandas de 1958.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

MEMÓRIAS DA SANTANOPOLITANA MATILDE MATOS

ENVIADO POR: NESTE CASO TEM UM CAMINHO LONGO, GILMÁRIO, ARTISTA PLÁSTICO, SANTANOPOLITANO, PRESENTEOU A JOSÉ CARLOS PEDREIRA (ZÉ COIÓ), OUTRO SANTANOPOLITANO, SEU LIVRO QUE CONTINHA TEXTO DE MATILDE MATOS, CONCEITUADA CRÍTICA DE ARTE, TAMBÉM SANTANOPOLITANA. GOSTANDO DO TEXTO, PUBLICOU NO SEU "JORNAL NOITE E DIA" NA EDIÇÃO DE 08/10/2010, O ESCRITO ABAIXO
QUANDO - 1937/1943.
N. R. de (Zé Coió): O texto que se segue é de uma beleza e leveza que nos leva ao passado e nos faz refletir como os homens falam tanto e realizam tão pouco em prol de uma das maiores necessidades do jovem brasileiro, a Educação.
Nós do Blog Santanópolis, concordamos.
Áureo de Oliveira Filho
Por Matilde Matos: crítica de arte

A minha lembrança do Professor Áureo de Oliveira Filho é afetiva. Ela traz de volta memórias que amealhei dos 10 aos 15 anos, quando tudo era uma nova descoberta e a vida corria mansa. Como inúmeras pessoas que viviam no interior, minha irmã Ernestina e eu fomos favorecidas pelo seu Ginásio Santanópolis, onde tivemos o privilégio de estudar quando a ligação de Feria com Salvador se fazia por uma estrada de barro sinuosa e esburacada, num trajeto que consumia mais da metade do dia.
Vivíamos na Senhor dos Passos, longe do convívio da família, mas andávamos todas as manhãs para o Ginásio com a animação de quem ia a uma festa. Centro de tudo que desfrutávamos com o entusiasmo dos jovens – as aulas, os novos amigos, o esporte, o grêmio, as paradas, as tertúlias e as festas – o Santanópolis era para nós o melhor colégio do novo mundo que se revelava pela erudição dos mestres Gastão Guimarães e Honorato Bonfim, a objetividade e Ilhaneza de Renato Silva, o refinamento de Dival Pitombo, a doçura do Prof. Garcia, a informalidade espontânea do Prof. Brito, o discurso fluente e exato do Dr. Áureo e a eficiência e presença constante da Profª. Edelvira, sempre disposta a resolver qualquer problema.
Também atento a tudo que pudesse interessar os jovens o Prof. Joselito Amorim nos incentivava nos esportes, nos desfiles de Sete de Setembro, nas reuniões do grêmio e nas apresentações artísticas, mas era o discurso inflamado do Prof. Umberto Alencar, pregando nos comícios para o Brasil entrar em guerra que “mocidade sem rebeldia é velhice precoce”, que nos levava ao delírio.
Estudamos no Santanópolis de 37 a 41 quando dominavam os colégios de padre, para os meninos e de freira, para as meninas. O ginásio de Aurinho – como carinhosamente nós alunos o chamávamos na sua ausência – era misto, um avanço para a época que só trazia benefícios. Que graça teríamos encontrado nas disputas ferrenhas de basquete, sem os irmão Villaça, Muritiba, Salomão e tantos outros craques a defender o nosso time, contra a perícia infalível de Barretão do Instituto Normal, rival maior e quase imbatível? A convivência saudável com os jovens rapazes, muito nos favoreceu na vida.
Foram tantas as presenças que deixaram marca nas nossas lembranças, mais que as outras a comunicação fácil e alegria de viver das meninas de D. Vivina, Marinete e Dedé, companheiras de todas as horas. Antonieta, Marinita, Lindaura, Jacira, Edelzuita, Tereza Góis e seus irmãos, Salomão, Papinho, Almeida, Bubu, Washington, Costa Neto, Beto e Juca, e tantas outras faces cujos nomes não lembro mais.
Lembro dos sapotizeiros que faziam sombra aos canteiros de gérberas e violetas e do cheiro do café que vinha do gabinete do secretário da prefeitura, Oscar Erudilho, ao lado da Biblioteca, vizinha do Santanópolis. No final das tardes, quando o cheiro do café se espalhava no ar, as aulas chegavam ao fim e saíamos em grupo, atraídos pelos livros, pelo cafezinho e a afabilidade do Seu Oscar, com quem aprendemos a apreciar do magistral mulato do Morro do Livramento Machado de Assis, aos estrangeiros Voltaire, Rilke, Dostoiewski, Tolstoy, Flaubert, Thomas Mann e tantos mais que Seu Oscar nos apresentou, despertando o nosso gosto pela literatura.
As segundas, dia da feira do gado e da maior feira livre do nosso estado, atento para a importância da cultura, Aurinho suspendia as aulas do último horário da manhã e a estudantada partia para o mercado. Claro que apreciávamos do artesanato às iguarias locais, com atenção especial à carne de sol, requeijão e rapadura. Mas havia também uma espécie de retreta bem no meio do mercado, como aqui na Rua Chile: os rapazes enfileirados ao longo de uma larga passagem obrigatória e as moças aos grupos. Era a chance que os adolescentes tinham de encontrar outros fora do Santanópolis. Bebida e dança, nem pensar, mas se flertava bastante.
Aqueles anos que antecederam a segunda guerra foram os últimos românticos de um mundo que nunca mais seria o mesmo. De Hollywood vinham os sonhos, o glamour e o romance que os grandes astros e estrelas encarnavam. Os sons eram os das grandes orquestras americanas que embalavam o mundo e no Brasil porfiavam com o samba exaltação, samba canção e o fox dolente na voz de Orlando Silva ou Silvio Caldas. Ainda era possível se encarar a vida de óculos cor de rosa. A partir dos anos 50 o ritmo do mundo acelerou-se, mudaram os usos e costumes e deram fim à tranqüilidade.
O que despertava a admiração e respeito da adolescente de então pelo Dr. Áureo era a sua visão esclarecida, sua modernidade e o seu entusiasmo. Entendia que o ensino não se limita às salas de aula e dava a maior importância ao esporte, as artes e ao grêmio onde os alunos escreviam, falavam, recitavam, promoviam tertúlias com números de canto e dança, e montavam peças. Até hoje lembro frases retumbantes da Ceia dos Cardeais: “Se não desfiei o sol lá nas alturas, foi para não deixar Salamanca às escuras”.
Sempre afável, bem humorado, elegante, vaidoso e apaixonado por tudo que fazia, se o Prof. Áureo de Oliveira Filho tivesse se radicado na capital, meio século depois, o nosso ensino com certeza estaria mais avançado, como avançada foi a semente que plantou em Feira de Santana.

Matilde Matos

Crítica de Arte da ABCA – Associação Brasileira de Críticos de Arte e da AICA – Associação Internacional de Críticos de Arte

FICHA DE MATRICULA DE ELNANDO

ENVIADAPOR ELNANDO RAMOS SIMÕES
QUANDO - 1948

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

II ENCONTRO - Pedaços da Foto Oficial

 Reconheci nesta foto :  Fátima Boaventura, Ana Teresa Alvim, Prfa Fabíola Portugal, Nélia Cajaíba, Prof Torres, Zé Coió, Solange Oliveira (veio de Brasília), Geralda e Aninha Sampaio, Vanja Diase Jorge Falcão, Neide Sampaio, Laura Alvim, Memé, Ma Zilda Bastos, .Ma Carmo Borges (Zenaide.)..


 Nesta Foto: Hildinha e Prfa Célia, Graça Soares, Cida Moraes, Eliana Boaventura, Odete Pereira, Silvia Mascarenhas, Angela e Lúcia Lago, Ma Lúcia Sampaio, Rosa Simões e Fernando Risadinha...


Nesta Foto: Hildete Galeão,  Dra Maridélia, Conceição Mascarenhas, Angela e Lúcia Lago, Ma Lúcia Sampaio, Rosa Simões, Sonia Franco,  Gildete Galeão, Valéria Simões, Denise Cerqueira...

ALUNAS DO CURSO PEDAGÓGICO 1969-1971

 ENVIADAS POR CONCEIÇÃO MASCARENHAS




Identifiquem-se na foto acima!








“Essa foto de vestido, foi quando fui receber o resultado se tinha passado de ano em 1968”. 
Conceição

domingo, 10 de outubro de 2010

II ENCONTRO DOS SANTANOPOLITANOS


Da esquerda para direita:
Em pé: Matilde Lima, Neide Sampaio, Valdir  Pinheiro , Laura Alvim, Gildete Galeão, Prfa Noelia Simões, Nélia Cajaíba, não reconhecí.
Agachadas: Ma do Carmo Borges, Ana Amélia Sacramento, Conceição Mascarenhas.
Sentadas:Silvia Mascarenhas, Ma Juçaria Oliveira, Lúcia Lago e Sheila Simões

Neide Sampaio e Zezé Macedo

ENVIADA POR NEIDE SAMPAIO

ALUNAS DO CURSO PEDAGÓGICO – CONCLUSÃO 1969

Da esquerda para direita :
Em pé,: 2ª - Ana Helena, 3ª - Elvira Pinto, 5ª - Leonor Marinho, 8ª  - Ma Lúcia Sampaio
Sentadas: 1ª Graça Soares, 2ª- Noélia, 3ª - Zilda e  4ª -Tânia

Registrem comentários Identificando-se!

ENVIADA POR MARIA LÚCIA SAMPAIO

sábado, 9 de outubro de 2010

II ENCONTRO DE SANTANOPOLITANOS




ENVIADAS POR LUDMILA O. CAVALCANTE
Momento em que foi cortado o bolo oferecido pela Santanopolitana Conceição Mascarenhas, discursando na foto do meio.


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

VÉSPERA DO II ENCONTRO

O reencontro de nossa turma começou no dia 13 de agosto em um jantar no Restaurante Vivas em Feira. Relembrar casos da época do colégio com Conceição e Lúcia juntas é imperdível. Foi muuuito divertido!



Lado esquerdo de cima para baixo: Ana Teresa Alvim, Laura Alvim, Ana Amélia Sacramento e Fátima Casaes Lado direito de cima para baixo: Juçaria Oliveira, Conceição Mascarenhas, Cida Moraes e Lúcia Lago.



Ana Amélia , Juçaria, Laura.
Matamos a saudade. No colégio, amigas inseparáveis! Hoje, distantes fisicamente (Rui Barbosa, Brasília e Salvador) mas sempre mantendo contato.

ENVIADO POR MARIA JUÇÁRIA OLIVEIRA

DUPLA CAIPIRA





ENVIADO POR - NÉLIA SUELY CAJAÍBA BARBOSA
QUANDO - ENTRE 1966 E 1968.

Nélia é a da direita na foto.

ALUNAS DO SANTANÓPOLIS


ENVIADAS POR JOÃO FELIX
QUANDO - 1957
Na foto à esquerda, Antonia e a seguinte Hélia Copinges

II ENCONTRO DE SANTANOPOLITANOS


ENVIADAS POR LUDMILA O. CAVALCANTE
A 1ª foto aparece: Maria das Graças, Toinha e Noélia Simões. Na 2ª: Elizete Adelino Nunes da Silva, não melembro do nome e Celeste Freitas Bastos

ÀLBUM DE FORMATURA



QUANDO - 1958
Áureo de Oliveira Filho, Patrono da turma de 1958 juntamente com Áurea Falcão, professora homenageada.

Filme do Santanopolis dos anos 60